quarta-feira, 30 de setembro de 2015


Ah o corpo iluminado
Ah o coração mergulhado num campo de neve e de lírios!...
O mar a imaginar o verso, o olvido
O que a terra exala salva a madrugada, meu amor!

________mariagomes


Quem me dera o Outono!
Quem me dera a explosão das paisagens,
vendavais, a leveza vivida da solidão
e da água...
Quem me dera o fogo dos umbrais que me afagam.
Quem me dera um caminho...
E o meu olhar cego,
sem guarda,


___________mariagomes


Quando acendes a noite do meu corpo?
Quando me entregas o mar e o horizonte?
Quando cinzelas a fresca primavera
e fazes um barco
para que eu alcance a imagem do amor?


______mariagomes

E estou eu, de novo, fitando este céu de ilhas, estrelas, medos e navios brandos...
e choro, e o meu choro é sangue.


_____________margomes